Df Projetos, arquitetura e design de interiores

ARTIGOS

artigos, que falam de grandes artigos Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades na arquitetura, de hoje e de amanhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado num sonho transformador.

Este projeto diz tudo sobre iluminação!

Em Maiorca, no meio da vegetação mediterrânea, foi construído em 1967 um pequeno hotel que ao longo do tempo, mediante delicadas operações de melhoras e ampliações, foi se transformando num dos hotéis mais emblemáticos

da região. A última destas interferências foi dotada dum caráter que vai além de um “resort”, baseando-se no desfrute da luz da ilha mediterrânea e da idílica relação com a natureza do território.

Planta

A intervenção focava na substituição da cobertura e fechamentos da piscina climatizada existente, aproveitando o vidro existente, e a criação dum spa adjacente que a serviria de apoio.

Corte

Durante seu desenvolvimento, o projeto derivou dum desdobramento do programa, configurando-o como duas peças independentes, respondendo ao posicionamento de cada uma delas a uma intenção distinta segundo suas características. Por um lado, o volume principal da piscina, segue a diretriz que marcava o hotel, suas aberturas são criadas por uma série de perfurações quadradas que permitem que a luz entre no interior.

© Cortesia de A2arquitectos

Por outro, o spa, destinado ao tratamento da pele e relaxamento, se entende como um grande observatório para a natureza e para a paisagem que o rodeia, girando o volume para conseguir as melhores vistas do local no qual está inserido.
O giro independente das formas, faz com que encontrem um ponto singular onde uma permanece frente à outra, se conectam e se comunicam, conjugadas através do lobby do hotel ligado ao volume principal.

© Cortesia de A2arquitectos

Além disto, foi necessário rever a piscina preexistente que se situa anexa à fachada que se considerava traseira do hotel, e junto com as instalações se limitavam a um espaço de caráter claramente residual. O objetivo do projeto foi conseguir que as peças novas não fossem apenas peças secundárias, mas que servissem para enaltecer e priorizar a fachada mais ensolarada do hotel. Esta fachada hoje, sob seus pés, possui uma cobertura “pontilhada” de claraboias, que através de seu jogo, tornam esta fachada a principal do projeto.

© Cortesia de A2arquitectos
© Cortesia de A2arquitectos

Este jogo de aberturas na cobertura gera no interior uma dança charmosa dos reflexos da luz nas superfícies da água, paredes e teto, ao longo do dia e das estações do ano, intensificado pelo caráter homogêneo e mesmo tratamento que é dado igualmente aos fechamentos verticais.

© Cortesia de A2arquitectos

No volume do spa, também é modelado o espaço com os filtros colocados nas claraboias, criando cascatas de luzes coloridas que deslizam pelos mesmos, assim o edifício participa deste tratamento, conjugando-o com a busca da prazerosa sensação que produz a natureza quando adentra no edifício e nos faz perder qualquer outra referência.

© Cortesia de A2arquitectos

A vegetação é introduzida através de enormes aberturas numa fachada de vidro, e é o uso da madeira, como material vivo, o que enfatiza esta sensação desejada. Somente quando as propriedades desta não satisfazem os objetivos buscados, é utilizada uma cerâmica de cor e textura neutras que ficam secundários perante o protagonismo da luz, calor e água que vão ao seu encontro.

Ficha técnica:

  • Arquitetos:A2arquitectos
  • Ano: 2011
  • Área construída: 690 m²
  • Endereço: Crta. Manacor – Porto Cristo Km. 10, Porto Cristo Ilha de Maiorca Espanha
  • Tipo de projeto: Hotéis
  • Operação projetual:Ampliação
  • Status:Construído
  • Materialidade: Concreto e Vidro
  • Estrutura: Concreto
  • Localização: Crta. Manacor – Porto Cristo Km. 10, Porto Cristo, Ilha de Maiorca, Espanha
  • Implantação no terreno: Isolado

Equipe:

  1. Arquitetos: A2arquitectos: (Juan Manzanares Suárez e Cristian Santandreu Utermark)
  2. Fotógrafos: Laura Torres Roa e Antonio Benito Amengual

  1. Cliente / Promotor: Hotel Castell dels Hams.
  2. Ano de finalização: 2011

Gostou do post? Comente!

%d blogueiros gostam disto: