Df Projetos, arquitetura e design de interiores

ARTIGOS

artigos, que falam de grandes artigos Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades na arquitetura, de hoje e de amanhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado num sonho transformador.

Persistência na arquitetura.

Persistência na arquitetura

Hoje escrevo aqui sobre persistência, um tema muito falado por ai, mas quero trazer este tema para dentro da nossa área, a arquitetura. Quando devemos ter persistência em nossa vida profissional? Persistência na arquitetura






É uma coisa difícil a se dizer, ou saber, a hora certa para isso, mas existe sim, uma hora certa pra se ter persistência naquilo que projetamos, ou seja, sempre haverá aquele momento que achamos que a nossa solução arquitetônica é a melhor de todos os tempos, ou não?

O que eu quero dizer é que sempre tem aquele momento da vida do projeto que vamos discutir com o cliente e até mesmo com sigo mesmo o fato de uma solução ter ficado boa, e que essa solução deve ser implementada, o difícil disto tudo é quando discordamos daqueles que veem nosso projeto. Persistência na arquitetura

Então meu amigo arquiteto quero deixar bem claro que é nesta hora, que anos de leitura e estudos vão fazer a diferença, sim, por que de fato você terá que proteger seu projeto, ou sua solução com unhas e dentes para implementar o mesmo.

Horas difíceis como esta chegam aos montes e muitos deixam até de criar suas soluções, deixam de fazer o que nasceram pra fazer, irritados com o fato de sempre ter alguém duvidando de seu projeto. Persistência na arquitetura




Bom mas tendo invista que estamos falando de persistência, seja persistente mas tome cuidado, não se torne chato, por que nada é mais chato que uma pessoa que fica batendo na mesma tecla num assunto só.

Tente ser mais benevolente, ou seja, sacrifique a sua arte, até por que ela não é sua mesmo, (desde que isso não vá comprometer o projeto claro) ela é do cliente, então meu caro colega, seja mais sábio e discuta, mas não discuta numa luta perdida.



Gostou do post? Comente!

%d blogueiros gostam disto: