Df Projetos, arquitetura e design de interiores

ARTIGOS

artigos, que falam de grandes artigos Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades na arquitetura, de hoje e de amanhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado num sonho transformador.

Técnica mista na arquitetura e construção

Técnica mista

Técnica mista na arquitetura e construção Na arquitetura em todo os seu tempo de existência, foram se criando várias formas de se construir e edificar casas e monumentos, técnicas como taipa e pilão, tabique, exaimel, adobe cumprem com seus objetivos construtivo, mas que tem também seus problemas estruturais e de manutenção.

Para abordar o tema como a técnica mista, devemos olhar para o método construtivo desta técnica, percebendo que quase todas as construções hoje feita no mundo usa este tipo de técnica, por que mesmo quando se usa um tipo de material para edificar, este material tem seus problemas em algumas áreas, então neste caso ajuntamos um outro material que agrega valor na estrutura para chegar no resultado esperado.

Basicamente a técnica mista é a mistura de várias técnicas em uma construção, para ser mais claro é o uso de vários tipos de técnicas construtiva em uma só obra.

Patologias

Como na técnica mista se usa vários tipos de matérias ou de estruturas para se construir, podemos avaliar inúmeras patologias que naturalmente dificultam o uso da técnica mista.

Deslocamentos da fundação.

Este pode ser um dos maiores problemas no uso da técnica mista, pois o uso errado e o dimensionamento do material usado pode causar está patologia no futuro e no uso da edificação.

Efeito e condições climáticas.

O efeitos do tempo numa estrutura mista, pode ser variado, pois cada material reage de maneira diferente entre si, o que vemos aqui é um problema na hora de revestir e proteger tais materiais, ou seja a estrutura pode ficar exposta sofrer danos por intempéries.

Defeitos e projeto.

Um problema comum não somente na técnica mista mas também em outros projeto que usam um tipo de técnica para uma edificação é o erro na hora de juntar a duas técnica construtivas, causando problemas futuros na edificação.

Um erro na hora de misturar as técnicas, como por exemplo, o uso de madeira e aço, uma má fixação no seu conjunto pode trazer problemas por toda estrutura da edificação.

Degradação dos materiais e seus componentes.

Como todo material usado numa construção tem a sua vida útil, e deve ser trocado ou reparado. Na técnica mista também existe este problema, porém neste caso, quando existe um problema em um material o proprietário é obrigado a fazer uma vistoria em várias partes da edificação tornando a manutenção mais complicada.

Aspectos positivos.

A técnica mista como uma técnica de construção é de fato uma forma muito positiva de economizar na hora de fazer um projeto, pois sabemos que os materiais de estrutura estão cada dia mais caros, mas nunca devemos abrir mão da qualidade de uma obra.

Nesta técnica podemos por exemplo fazer uma estrutura mais robusta nas fundações de um prédio e levantar o mesmo com aço, ou então fazer uma casa com um térreo em alvenaria estrutural e fazer os próximos andares com madeira, que neste casos vai ajudar a diminuir o peso da estrutura superior.

Combinar as estrutura podem sim ajudar até mesmo o meio ambiente, pois fazer o reuso de materiais construtivos e usando o mesmo nos acabamentos e em outros lacais obra, podem de fato trazer grandes benefícios para ao proprietário.

Aspectos negativos

Alinhando a técnica mista aos dias de hoje vemos que os aspectos negativos podem ser variados deste o início de uma obra que usa esta técnica.

Um deles é o fato de que, se você usar por exemplo o aço como estrutura de sua obra você como proprietário terá que contratar um empresa que entenda e faça o trabalho de instalação deste material.

Cada material tem sua característica, e como não temos profissionais que entendam de tudo numa obra deste porte uma maior massa de pessoas estará envolvida na obra envolvida na obra.

Além destes problemas, saber como usar cada material numa obra e atender a cada demanda deste material também é um problema, pois como cada material tem sua característica de uso, devemos acima de tudo saber como alinhar este material ao outro seguindo sempre as normas para o uso dos mesmos.

Tipos de obras que usam a técnica mista.

Para entra ainda mais no contesto da técnica mista vamos mostra algumas obras que que usam este tipo de técnica como base para sua estrutura.

Na maioria dos casos, e onde fica mais claro o uso desta técnica, as pontes são os melhores caso de como usar bem uma técnica mista, pois as mesmas podem usar vários tipos de matérias para sua execução ser exata.

Pontes em sua grande maioria usa pelo menos dois tipos de materiais como por exemplo, madeira e aço, concreto armado e aço, madeira e concreto, e etc.

Seguiremos mostrando algumas imagens de pontes que usam este tipo de técnica.

Brooklyn_Bridge_NY

Um grande exemplo da combinação de matérias em pontes e a antiga ponte do Bruklin que usa aço, e alvenaria em sua estrutura.

cantaria-e-mista

Com o uso da cantaria, vemos a mistura de pedras e argamassa para fazer a ligação entres os dois matérias, formando uma estrutura mista.

ponte tecnica mista

Nesta ponte que está sendo reformado o uso do arco em aço para ajudar na estrutura, também é um tipo de mistura de materiais para e de técnica mista.

tecnica mista bambu e aalvenarias

Nesta casa temos o uso do bambu em várias paredes da estrutura, formando assim uma combinação ente o bambu e alvenaria.

CONFIRA NOSSOS CURSOS

Referencias:

https://coisasdaarquitetura.wordpress.com/2010/09/06/tecnicas-construtivas-do-periodo-colonial-i/

https://www.academia.edu/10548131/Estrutura_e_Arquitetura_A%C3%A7o_e_Madeira_Structure_and_Architecture_Steel_and_Wood_

http://arquiteturamaissustentavel.com.br/sistemas-construtivos-sustentaveis.html

http://www.scielo.br/pdf/cr/v39n4/a138cr460

Gostou do post? Comente!

%d blogueiros gostam disto: