Df Projetos

ARTIGOS

artigos, que falam de grandes artigos Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades na arquitetura, de hoje e de amanhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado num sonho transformador.

Uma questão de mobilidade.

Mobilidade, hoje um dos temas mais preocupantes para todos os governos do mundo, claro que temas como sustentabilidade, energia, e desenvolvi mente esta um pouco a frente destes temas, mas, mobilidade é sim um tema que está em alta.

Aqui em São Paulo, por exemplo, tivemos os ônibus e as ciclovias sendo instaladas aos montes pela cidade, umas bem instaladas, outras nem tanto. Porem temos que levar em conta os benefícios destas implementações.

Vejo por exemplo a instalação de ciclovias como uma coisa positiva, por que mesmo estas não sejam usadas como meio de transporte para o trabalho, as mesmas podem ser usadas como áreas de lazer para as pessoas que praticam esporte, e etc…

Os corredores de ônibus ajudam as pessoas que moram longe chegar pelo menos 10 minutos mais cedo em casa, muitos podem até dizer que 10 minutos não é nada, mas para quem fica 2 horas dentro de conduções pela cidade é um grande avanço.

Mas mobilidade vai alem de obra pela cidade, vai alem de ônibus e ciclo faixas pela cidade, mobilidade tem que pensar em todas as escalas, tanto a do carro como a escala do homem, e neste caso a do homem tem que sempre sobrepor a do carro.

Pensar nas calçadas das cidades, na ruas onde não se pode caminhar, nos parques que servem de passagem para pedestres e em imóveis que estejam perto do trabalho dos cidadões, melhorando a qualidade de vida do mesmo, por que quanto mais tempo para investir em outras coisa que não seja ficar dentro de um ônibus melhor.

Alem disso ainda temos as pessoas com alguma dificuldade de locomoção, cadeirantes, grávidas idosos que estão a mercê desta cidade que esta deteriorada pelo tempo pelas chuvas.

Nós como arquitetos que somos e que seremos, deveríamos pelo menos uma vez na vida profissional apresentar, nem que seja um projeto lúdico de mobilidade para qualquer cidade do mundo, para assim mostrar o interesse da população por uma cidade melhor instalada em seu meio.

Quantos profissionais não têm ideias grandes e que podem ser facilmente instalada na cidade.

Procuremos melhorar nossa forma de ver a mobilidade da cidade, e acima de tudo renovaremos a cidade e molda-la para o cidadão de quem a mesma nunca deveria ter saído.

Gostou do post? Comente!

%d blogueiros gostam disto: