A luta do empreendedor na arquitetura

Hoje estava pensando em como as coisas são estranhas no Brasil, e como é difícil escolher entre empreender e ter um CNPJ ou escolher ficar como CLT mesmo. Esta escolha é muito complicada, por que ela não tem um caminho certo, não tem um manual, e não tem quem te ensine a vida de empreendedor (mesmo existindo um monte de curso sobre o assunto) não adianta amigo, o caminho deve ser percorrido por você, sozinho.

Existem varias dicas para você iniciar a empreender, mas aqui não quero falar de dica para você montar sua empresa, quero falar do sentimento de não ter o chão firme para seguir. Estou falando de não saber se vai vender, se vai dar certo, se vou pagar as contas, ou seja, estou do falando do medo.

Existem vários exemplos de pessoas que vivem sem um emprego fixo, um bom exemplo é quem trabalha com aplicativos de mobilidade (Uber, 99) esses caras desistiram do trabalho formal, meteram a cara e compraram um carro de mais de 30 mil reais e hoje ganham a vida na estrada.

Eu posso dizer com toda certeza que estes caras, apesar de reclamarem de muitas coisas das empresas que comandam estes aplicativos, eles estão mais felizes, como pessoas e como seres humanos, que apesar de trabalhar muitos são livres para dar aquela paradinha e tomar um café sem ninguém ficar o acusando de vagabundo ou enrolado.

Empreender é isso, dar um salto no escuro, é correr risco, é sentir medo de não dar certo, e ainda mais, saber que pode não dar certo e tudo ir por agua a baixo mesmo. Esta parte do medo ninguém precisa te contar, você vai sentir isso, você vai respirar pesado, vai sentir tremor nas pernas, e vai querer voltar para a segurança da CLT, que é muito sedutora, e é realmente uma delicia ir trabalhar, bater ponto e esquecer o trabalho. Porem os resultados que retornam de quem corre risco, de quem supera o medo de investir é muito mais recompensador do que o salário mensal de qualquer celetista.  

Posso te dar um grande exemplo deste resultado retornado ai na sua vizinhança… Continue lendo e entenda.

Porque algumas pessoas não trabalham e tem dinheiro para comprar um carro?

Bom, existem muitas variantes para esta resposta. Mas a grande pergunta é porque esta pergunta esta neste texto sobre arquitetura e empreendedorismo? É muito simples, para comprar um carro, você tem que ter no mínimo credito, sendo assim, você tem que ter o nome limpo, e uma pessoa que não tem renda não tem nada disso, ou se tem, esta tentando manter o nome limpo. Isso diz muito, pois você acha que seu vizinho, “que não trabalha” realmente não trabalha?

Tente entender como este seu amigo ou colega compõe a sua renda, pois não tem magica no capitalismo, ou você tem dinheiro ou não amigo. E na verdade tudo tem uma resposta, e eu garanto que neste caso, a resposta para o carro novo do seu vizinho é a coragem do mesmo de meter as caras e fazer acontecer.

Empreender é isso, é ter dinheiro hoje, e amanhã não ter, é investir uma grana e trabalhar muito para ter retorno, é muito complicado é difícil.

Quero deixar claro que este texto não é para desanimar ninguém, e sim encorajar mais ainda, porque toda esta luta, todo este medo, tem uma recompensa, e uma recompensa que nem o melhor salario da CLT pode pagar, que é a liberdade de fazer o que quer, na hora que quiser.

Eu sou CLT e sou feliz!

Esta afirmação em minha opinião é muito mentirosa de várias formas. E ela é mentirosa pelo simples fato de não termos a capacidade de dizer para nós mesmo, que podemos ser melhores se nos esforçamos mais. Sim, não temos esta capacidade, e temos que aprender e treinar muito para nos motivar a fazer o que nos dará resultado futuro, e acredite, sua mente e seu corpo vão lutar muito para aprender a viver a sua vida de empreendedor.

Pode parece fácil amigo, mas não é! Fomos criados para economizar energia, sentimentos como medo, pensar, resolver problemas, gastam muita energia e nosso corpo não quer isso de jeito nenhum, e empreender é isso, é ferver a mente e em muitos casos não ter os problemas resolvidos.

Na CLT é ao contrario disso, você não tem que se preocupar com as dividas da empresa, com a falta de matéria prima, com os problemas dos funcionários, com a falta de produção dos funcionários, com os aumentos dos gatos. E eu sei que seu cargo demanda muito de você, mas mesmo que ele tome muito do seu tempo no dia, chega uma hora deste mesmo dia que você bate o ponto e vai para sua casa continuar sua vida e voltar amanhã para iniciar o seu dia de trabalho tudo de novo. O empresário não amigo, ele não desliga, é como uma mãe que sofre todos os dias com as agruras do filho, as sapecagens do mesmo, não desliga.

É incrível como tudo isso pode parecer bom, mas pense bem, desligar tem um preço, e o preço é seu crescimento pessoal, da sua liberdade e da sua vida em família. O preço é seu tempo se esvaindo com um emprego que não te dá o retorno merecido e que lá na frente talvez não exista mais, ou talvez você não sirva mais para o mesmo cargo.

Ser feliz como CLT, é possível sim, mas nunca terá a mesmo liberdade das pessoas que empreendem, nunca mesmo, pode até parecer um autoritarismo da minha parte dizer isso, mas não vejo como uma pessoa presa a um horário, a um limite de ganho, sendo feliz. Quando esta mesmo pessoa pode ser livre e trabalhar para garantir a sua renda, e essa renda pode ser infinita dependendo do seu esforço.

O que realmente é difícil em tudo isso é dar o primeiro passo. O medo de dar errado anda com a gente todos os dias, mesmo você sendo o melhor naquilo que faz, mesmo vendo as pessoas te dando força para correr atrás da sua liberdade.

Existe uma forma de ser feliz sendo CLT ou CNPJ.

“Ser Feliz” … Eu penso sempre que não vai ser o dinheiro que vai te deixar mais ou menos feliz, e sim o que nos deixa felizes é a vivencia de cada dia, pois ter que ir trabalhar naquele lugar chato todos os dias, vai te mantando aos poucos, ou então cuidar da empresa do seu pai todos os dias e lidar com funcionários que você não contratou também é muito chato e desgastante.

Então a reposta para esta pergunta é a seguinte. Não existe um ser humano que seja feliz todos os dias, todos nós temos problemas, seja ele pequeno ou grande, seja ele com uma empresa ou como um empregado, problemas são problemas e devem ser resolvidos, e quando resolvido, comemorados pela solução dada, e isso sim é felicidade, ficar satisfeito com as resoluções dos problemas, e ver os resultados que estas soluções dão para você e sua vida.

Neste século temos inúmeras pessoas infelizes, e muitas delas nem sabem por que estão infelizes, e continuam seguindo a vida de qualquer jeito, pois as mesmas não acham forças para lutar contras os problemas, e o caminho que escolhem é o da reclamação ou da falta de ação.

Tudo isso que já disse aqui é do cotidiano de todos. O que podemos fazer com todas estas angustias aqui discutidas?

Eu estou trabalhando todos os dias para manter minha empresa funcionando, e  para não voltar mais a ser CLT, estou feliz com o que conquistei, mas sei que posso mais, e claro nunca estou sempre feliz, mas sempre estou curtindo minhas felicidades esporádicas.

Uma boa sorte a todos! E a única coisa que posso dizer é que não tenha medo dos desafios, os mesmo estão ai para te deixar mais forte e mais completo, como ser humano, ou seja, você nunca vai ter nada a perder ao solucionar os problemas, sempre via ganhar em experiência e em vivencia.

Gostou do post? Comente!