Empreendedorismo na arquitetura e os desafios

Empreendedorismo na arquitetura e os desafios

Empreendedorismo na arquitetura e os desafios Empreender significa: executar, realizar, fazer acontecer transformando ideias e objetivos em realidade.

O bom empreendedor precisa sempre buscar oportunidade, ter iniciativa, ter capacidade de mudança e transformação, disposição para correr riscos calculados, criatividade, inovação, ser persistente, ter comprometimento, estudar muito, sempre exigir qualidade no negócio, estabelecer metas realizáveis, criar sistemas de monitoramento, ter uma rede de contatos e ter muita autoconfiança.

Empreendedor não é somente aquele que planeja e constrói novas empresas ou empreendimentos. O profissional que tem consciência que é preciso inovar e agregar valor à organização que trabalha também é um empreendedor, o chamado empreendedor corporativo ou intraempreendedor. Ele analisa os processos e os reinventa, promovendo melhorias e mudanças dentro da organização em que trabalha.

Empreendedorismo na arquitetura e os desafios

As organizações precisam investir nos seus colaboradores, no desenvolvimento das atitudes, priorizando a criatividade, habilidades e capacidades relacionadas ao empreendedorismo, gerando assim profissionais mais intelectuais em constante atualização, inovadores, empreendedores, engajados em promover internamente melhorias continuas. De uma forma geral, o sucesso do profissional depende de seus resultados.

Também são empreendedores os voluntários em instituições sem fins lucrativos e ONGS, o chamado empreendedor comunitário ou social. Ele promove mudanças, reúne recursos e constroem valores em benefício da sociedade.

O Empreendedor necessita ter eficiência e eficácia. Eficiência para realizar uma atividade de maneira correta e eficácia para solucionar definitivamente as questões.

Empreendedores são pessoas diferenciadas, visionarias, que questionam, que arriscam, são apaixonadas pelo que fazem, querem algo diferente e fazem acontecer.

Bill Gates é um ótimo exemplo, pois se tornou um dos mais bem-sucedidos empreendedores de todo o mundo ao fundar ainda jovem a Microsoft. “Seus clientes mais insatisfeitos são sua melhor fonte de aprendizado”. (Bill Gates)

Gostou do post? Comente!