Qual a diferença entre Organograma e Fluxograma?

O Organograma é o gráfico que mostra, a estrutura de uma empresa, os níveis de autoridade, poder de decisão, quantidade e distribuição de diretores, departamentos, divisões, seções, setores. Através dele pode-se identificar o tipo de estrutura adotada pela empresa, mas antes é preciso descrever os cargos e as atividades de cada uma das funções.

Significado dos componentes

Principais tipos de Organograma são:

Organograma circular ou mundo moderno: usado em pequenas empresas, com autoridade bastante concentrada. Quando se quer ressaltar a importância do trabalho em grupo e não a hierarquia.

Organograma clássico vertical: é mais utilizado para representar claramente a hierarquia na empresa. Com as caixas dos cargos distribuídos por grau de importância, do topo até a base. Quanto mais elevada for a responsabilidade e autonomia inerente ao cargo, mais no alto ele estará posicionado no organograma.

Organograma horizontal: também é um modelo de medir a hierarquia, mas não de forma que o último cargo esteja abaixo dos demais e sim ao lado. Não é muito recomendado, pois dificulta a interpretação.

Organograma matricial: é usado para representar grupos de trabalho e aproximar os níveis hierárquicos do chão de fábrica. Muito utilizado em representação de projetos de arquitetura.

O Fluxograma é uma sequência lógica de procedimentos inter-relacionados de determinada atividade organizacional. Também pode ser entendido como um diagrama esquemático que detalha cada ação a ser executada em um processo.

Serve para facilitar a visualização do fluxo dinâmico de trabalho e suas funções, é por meio do fluxograma que podemos entender a documentação dos passos necessários para a execução de um processo qualquer.

Podemos utilizar o fluxograma em qualquer área empresarial, como meio visualizador e facilitador de cada tarefa e cada ação a esta destinada.

Qual a diferença entre Organograma e Fluxograma?

Principais tipos de fluxograma são:

Fluxograma Linear: o objetivo é exibir a sequência do trabalho passo a passo, compondo todo o projeto do escopo, identificando retrabalhos, redundâncias e eliminando etapas desnecessárias. Otimizando o tempo, diminuindo os custos e produzindo em menor tempo.

Fluxograma Funcional: o objetivo é mostrar o fluxo do processo atual da empresa, e quais os setores e funcionários envolvidos em cada etapa. Você precisa entender bem como utilizar as linhas verticais ou horizontais para que possa definir cada responsabilidade e função entre os funcionários.

Em resumo, o Organograma é uma representação gráfica da estrutura hierárquica de uma empresa e o Fluxograma é uma representação das etapas de um processo.

Gostou do post? Comente!