Df Projetos, arquitetura e design de interiores

ARTIGOS

artigos, que falam de grandes artigos Digo-lhes hoje, meus amigos, embora nos defrontemos com as dificuldades na arquitetura, de hoje e de amanhã, que eu ainda tenho um sonho. E um sonho profundamente enraizado num sonho transformador.

A cidade do cabo ganha um museu de arte!

A cidade do cabo ganha um museu de arte! Imagine 42 tubos de concreto, cada um com 33 metros de altura e 5,5 metros de diâmetro, sem nenhum espaço aberto que permita experienciar este o volume a partir de dentro. O mote do Zeitz Museum of Contemporary Art Africa (Zeitz MOCAA) concebido pelo escritório londrino Heatherwick Studio era “reimaginar o Complexo de Silos de Grãos na Cidade do Cabo através de uma intervenção arquitetônica inspirada pelo seu próprio caráter histórico”, trazendo uma “solução única para a África” a fim de criar “um espaço de exposição da melhor qualidade possível para os trabalhos expostos ali”. A resposta de Heatherwick será a criação de um “um novo tipo de museu para um contexto Africano.”

 

As edificações que já foram as mais altas do skyline da Cidade do Cabo, os silos do V&A Waterfront  “se tornarão uma grande instituição cultural sem fins lucrativos que abrigará a coleção mais importante de arte contemporânea da África e de sua Diáspora”. O projeto final do Heatherwick Studio tem sido descrito como uma harmoniosa união entre o concreto e o metal com nítidos espaços envoltos em luz. As fachadas monumentais dos silos e a seção inferior da torre serão mantidas sem a inserção de novas aberturas, permitindo que as camadas espessas de revestimento e pintura sejam removidas afim de revelar a beleza crua do concreto original.

A cidade do cabo ganha um museu de arte!

A primeira pergunta dos arquitetos estava centrada em torno de como transformar quarenta e dois tubos de concreto verticais em um lugar que possibilite a experimentação da cultura contemporânea. De acordo com Heatherwick “nossos pensamentos brigavam com os fatos físicos extraordinários do edifício. Não há nenhum espaço aberto dentro dos densos tubos e não é possível experimentar esses volumes a partir de dentro. Ao invés de apagar as evidências da sua herança industrial, nós queríamos encontrar uma maneira de aproveitar isso. Nós poderíamos lutar contra um prédio feito de tubos de concreto ou desfrutar do seu formato”. Diferente de muitas revitalizações de edifícios históricos que têm espaços grandes prontos para serem utilizados, “esse edifício não possuía nenhum.” O projeto girou em torno de imaginar um interior esculpido a partir de um objeto de infra-estrutura, celebrando o caráter do edifício”.

A solução desenvolvida pelo Heatherwick Studio foi a de esculpir galerias e um espaço central de circulação a partir da estrutura de concreto celular dos silos a fim de criar um átrio central, como o de uma catedral, excepcionalmente espaçoso que recebe luz zenital através de uma cobertura de vidro. Os arquitetos resolveram cortar transversalmente oitos tubos centrais de concreto. O resultado foi um átrio ovalado cercado por concreto por todos os lados. A transmissão de luz através da nova cobertura de vidro irá acentuar o arredondamento dos tubos. A química dessas geometrias intersectadas cria uma extraordinária evidenciação das arestas, obtida através de técnicas de corte do concreto muito avançadas. Esse espaço do átrio será “utilizado para grandes comissões de arte não vistas na África até essa construção”.

De acordo com o V&A Waterfront, “as outras caixas de silos serão esculpidas acima do nível do solo deixando as paredes exteriores arredondados intactas. Na parte de dentro, cubos brancos irão proporcionar espaços de galerias não apenas para a coleção permanente do Zeitz MOCAA, mas também para exposições itinerantes internacionais. O Zeitz MOCAA contará com 80 galerias, 18 áreas de educação, um jardim de esculturas na cobertura, um espaço para armazenamento das peças, uma área de conservação e Centros para Práticas Performáticas, a Imagem em Movimento e Curadoria de Excelência e Educação. O Estúdio Heatherwick projetou todas as instalações necessárias para uma instituição pública dessa escala, incluindo livrarias, restaurante, bar, café, sala de orientação, sala de doadores além de várias salas de leitura. A extraordinária coleção dos antigos túneis subterrâneos será re-projetada para proporcionar espaços incomuns de educação para que os artistas possam dialogar com a estrutura original”.

Para o projeto Zeitz MOCAA, Heatherwick Studio fará parceira com três sócios locais: Van Der Merwe Miszewski (VDMMA), Rick Brown Associates (RBA) e Jacobs Parker. 

 

776_01_Exterior_HR_ZeitzMOCAA_CREDIT_HeatherwickStudio 776_02_Interior_HR_ZeitzMOCAA_CREDIT_HeatherwickStudio 776_03_Section_HR_ZeitzMOCAA_CREDIT_HeatherwickStudio projeto-museu-zeitz-mocaa-021-540x369

 

Gostou do post? Comente!

%d blogueiros gostam disto: